Idosos que nunca contribuíram ao INSS podem receber um salário

Quem é idoso com mais de 65 anos, deficientes físicos ou intelectuais a partir de qualquer idade, tem direito a receber pelo INSS um salário por mês, que está estipulado em R$ 937.00. Detalhe; sem nunca ter contribuído para o Instituto Nacional de Seguridade Social.

Nome do Benefício

É chamado de LOAS/BPC ou Benefício da Prestação Continuada da lei Orgânica da Assistência Social e garantido para aqueles indivíduos de baixa renda e pode se dar a entrada diretamente nesse benefício em uma agência do INSS.

Como conseguir esse auxílio?

Para o idosos com 65 anos ou mais deve-se ter uma renda de toda a família junta inferior a R$234.25 por pessoa e esse mesmo idoso não pode estar recebendo nenhum outro benefício federal.

Para quem é deficiente, o critério é o de estar sem nenhuma condição de participação na sociedade, ou seja, sem igualdade de condições com as outras pessoas e devem passar por perícia para se constatar tal fato.

Por ser um benefício assistencial, também não é necessário que os mesmos idosos ou deficientes tenham contribuído para o INSS. A ideia é dar uma espécie de renda por mês para aqueles que não possuem condições de trabalhar e assim, complementar a renda da família e muitas pessoas não sabem que tem direito a esse auxílio.

O governo exige para se conseguir esse beneficio um cadastro prévio do idoso ou deficiente no Cadastro Único também chamado de Cadúnico, feito nos Cras (Centro de referência em Assistência Social) em cada município e saiba que quem conseguir esse beneficio de um salário mínimo vigente, não terão direito ao 13º.

Algumas pessoas encontram dificuldades em conseguir  

Sim, algumas pessoas encontram dificuldades em conseguir esse auxílio, como é o caso de Cristino Clementino, com 57 anos de idade e teve de entrar com um recurso administrativo no INSS. Ele possui uma doença crônica nos rins, o que o impossibilita de trabalhar. Ele teve o seu pedido negado e entrou com um chamado recurso administrativo e agora recebo essa renda por mês pelo INSS. Conta ele.

As irregularidades

Existem nesse tipo de pagamento muitas irregularidades e o INSS está de olho, juntamente com o Ministério de Desenvolvimento Social (MDS), que faz um pente-fino que acontece com a visita de assistentes sociais a todos os deficientes físicos em suas casas e assim, constatam a real necessidade dessas pessoas de continuarem com esse pagamento ou não.