Unindo o útil ao agradável: conheça os lugares mais bonitos do mundo e trabalhe ao mesmo tempo!

Espécie de intercâmbio de trabalho, o Work Exchange é uma boa forma de economizar com comida e hospedagem durante a viagem. Não há remuneração em dinheiro, a ideia é que você faça algumas tarefas em troca de abrigo. Confira algumas opções tentadoras:

1.Ilha de Boipeba

Que tal trabalhar em um hostel na recôndita Ilha de Boipeba, na Bahia? A vaga multitarefas (preparar refeições, cuidar da limpeza, ficar na recepção) toma de 4 a 5 horas diárias, com uma folga semanal. Pedem-se entre 21 e 56 dias na função, período no qual o voluntário ganha acomodação, café da manhã e uso da lavanderia. Saiba mais no Worldpackers.

2. Alter do Chão

Para quem não curte fazer limpeza, a vaga para este hostel na bucólica Alter do Chão, no Pará, só pede que o viajante ajude com check-in/out e na recepção. São 6 horas diárias e duas folgas por semana. O viajante precisa ficar no mínimo uma semana, em troca da qual ganha acomodação, café da manhã, roupa lavada e passeios. Saiba mais no Worldpackers.

3.Holanda

Mais de mil bichos, entre aves, cães, gatos e porcos, precisam de cuidados neste centro de preservação particular na Holanda. O voluntário também ajudará a manter os jardins da propriedade, na pequena vila de Dalen, perto da Alemanha e a 2 horas de trem de Amsterdã. Por até duas semanas, o colaborador receberá comida e alimentação (vegetariana). Saiba mais no WWOOF.

4. Mendoza

Para colher uvas em San Rafael, na província de Mendoza, Argentina, ajudar na produção de vinho artesanal e cuidar da horta, o voluntário terá acomodação em suíte e alimentos para preparar sua comida em cozinha coletiva. Saiba mais no WWOOF (código ARG092).

5. Palermo

No Centro da histórica e saborosa Palermo, na Itália, o voluntário contará histórias para duas crianças (que entendem inglês) e poderá ensinar a elas sua língua nativa. A família dá em troca lições de italiano, hospedagem na casa e comida. São 5 horas diárias. Saiba mais no Workaway.

6. Dordogne

Para ajudar no restauro de um castelo do século 16 em Mauzens-et-Miremont, na região francesa da Dordogne, o interessado terá de recuperar móveis antigos, auxiliar na manutenção geral e cuidar do jardim, entre outras tarefas, 5 horas por dia, de 2ª a 6ª, em troca de três refeições diárias e alojamento no castelo. Não é preciso saber francês. Saiba mais no Workaway.

Uma resposta para “Unindo o útil ao agradável: conheça os lugares mais bonitos do mundo e trabalhe ao mesmo tempo!”

  1. Nossa, eu adoraria ajudar na restauração de um castelo! E seria sensacional contar histórias para crianças enquanto se aprende italiano! Fiquei até empolgado com as oportunidades. Parabéns pelas sugestões!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *